Mastoplastia de aumento

Prótese de mama

Também conhecida como mamoplastia de aumento, a cirurgia de aumento de mama utiliza implantes para dar volume aos seios ou restaurar o volume mamário perdido após perda de peso ou gravidez.

Se você está insatisfeito com o tamanho da sua mama, a cirurgia de aumento de mama é uma opção a ser considerara. O aumento de mama pode:
• Aumentar o tamanho e projeção de seus seios,
• Melhorar o equilíbrio de seu corpo,
• Melhorar a sua autoestima e autoconfiança.

Os implantes também podem ser utilizados para reconstruir a mama após a mastectomia ou lesão.

A mamoplastia de aumento não corrige seios severamente caídos. Se você deseja um resultado que corrija a flacidez, o procedimento de elevação da mama pode ser realizado ao mesmo tempo que o aumento de mama ou, então, pode ser necessária uma segunda cirurgia.

Mais informações desta cirurgia no site oficial da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plastica:

http://www2.cirurgiaplastica.org.br/cirurgias-e-procedimentos/mama/mamoplastia-de-aumento

Perguntas Frequentes

A CIRURGIA ESTÉTICA DE AUMENTO DAS MAMAS DEIXA CICATRIZES?

Felizmente esta cirurgia permite-nos colocar as cicatrizes bastante disfarçadas. Elas se localizam no sulco formado entre a mama e o tórax, na aréola, e até mesmo na axila.
Para melhor esclarecê-la sobre a evolução cicatricial, vamos relatar os diversos períodos pelos quais as cicatrizes infalivelmente passarão:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30ºdia e apresenta-se com aspecto pouco visível. Alguns casos apresentam uma discreta reação aos pontos ou ao curativo.

PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 12º mês. Neste período há o espessamento natural da cicatriz, bem como inicia-se uma mudança de cor, da mesma, passando para mais escuro (do vermelho para o marrom) que vai, aos poucos, clareando.

PERÍODO TARDIO: Vai do 12º ao 18º mês. Neste período, a cicatriz começa a tornar-se
mais clara e menos consistente, atingindo, assim, o seu aspecto definitivo. Qualquer avaliação do resultado definitivo da cirurgia, no tocante à cicatriz, deverá ser feita após este período.

PACIENTES FICAM COM CICATRIZES MUITO VISÍVEIS. POR QUE ISSO ACONTECE?

Certas pacientes apresentam tendência à cicatrização hipertrófica ou ao quelóide. Essa tendência, entretanto, poderá ser prevista, até certo ponto, durante a consulta inicial. Geralmente, pessoas de pele clara tendem menos a esta complicação cicatricial; pessoas de pele morena ou orientais têm maior predisposição ao quelóide ou à cicatriz hipertrófica. Isto entretanto, não é uma regra absoluta.

EXISTE CORREÇÃO PARA AS CICATRIZES HIPERTRÓFICAS?

Vários recursos clínicos e cirúrgicos nos permitem melhorar cicatrizes inestéticas, na época adequada. Não se deve confundir, entretanto, com as características do período mediato da cicatrização.

COMO FICARÃO AS NOVAS MAMAS, EM RELAÇÃO AO TAMANHO E CONSISTÊNCIA?

Pode-se escolher o novo volume, pois dispomos de vários tamanhos de peças de silicone, porém devemos manter a harmonia entre o volume ideal das mamas e o tamanho do tórax . A mama assim operada, passará por vários períodos evolutivos:

PERÍODO IMEDIATO: Vai até o 30º dia. Neste Período, apesar das mamas se apresentarem
com aspecto bastante melhorado, sua forma e volume ainda estão longe do resultado planejado.
Lembre-se desta observação: //NENHUMA MAMA SERÁ “PERFEITA” NO PÓS-OPERATÓRIO IMEDIATO//. Haverá também diminuição da sensibilidade dos mamilos que retornará com o passar dos meses.

PERÍODO MEDIATO: Vai do 30º dia até o 3º mês. Neste período ainda ocorrerá um maior ou menor grau de “inchaço” das mamas

PERÍODO TARDIO: Vai do 3º mês até o 12º. É o período em que a mama atinge seu aspecto definitivo ( cicatriz, forma, consistência, volume, sensibilidade, etc.).
É neste período que costumamos fotografar os casos operados, a fim de compará-los com o aspecto pré-operatório de cada paciente. Tem grande importância no resultado final, o grau de elasticidade da pele das mamas, bem como o volume da prótese introduzida.

COMO É ESCOLHIDO O VOLUME E O FORMATO?

Na consulta avalio a altura da paciente, largura e altura do tórax; espessura da pele e subcutâneo, e o volume inicial da mama. A partir daí conversamos sobre o desejo desta paciente na forma da sua futura mama.

EM UMA NOVA GRAVIDEZ, O RESULTADO PERMANECERÁ OU FICARÁ PREJUDICADO?

Poderá ser preservado, desde que controle seu aumento de peso na nova gestação.

HAVERÁ PROBLEMAS COM A AMAMENTAÇÃO?

Não, pois a prótese é colocada por baixo da glândula mamária ou do músculo

O PÓS-OPERATÓRIO DESTA CIRURGIA É DOLOROSO?

Geralmente não, desde que você obedeça às instruções médicas, principalmente no que tange à movimentação dos braços, nos primeiros dias. Eventualmente poderá ocorrer dor, que facilmente cederá com os analgésicos receitados.

HÁ PERIGO NESTA OPERAÇÃO?

Raramente a cirurgia plástica estética de aumento tem sérias complicações. Isto se deve ao fato de se preparar adequadamente cada paciente. Porém infecções e hematomas são inerentes a qualquer ato cirúrgico

QUAL O TIPO DA ANESTESIA UTILIZADA?

Local com sedação assistida.

SÃO UTILIZADOS CURATIVOS?

Sim, que devem ser retirados após 24 hs

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

Geralmente são utilizados pontos que são retirados a de 7 a 15 dias.

QUANDO PODEREI RETORNAR A MINHA GINÁSTICA?

Após 15 dias as caminhadas leves, esteira e bicicleta já estarão liberados assim como a musculação para as pernas. Depois de 30 dias os exercícios para os braços poderão ser iniciados progressivamente.

QUE VEM A SER A RETRAÇÃO DA CÁPSULA?

É uma retração exagerada da cápsula fibrosa (que normalmente se forma em torno da prótese), que determina certo grau de endurecimento à região, quando palpada. Certo percentual de casos poderá estar sujeito à tal retração; entretanto, se isto ocorrer em grau acentuado, as próteses poderão e deverão ser retiradas, através das mesmas cicatrizes, em ato cirúrgico simples, sob anestesia local. A retração da cápsula nunca reflete imperícia do cirurgião, mas sim, um comportamento anômalo do organismo das pacientes que a apresentam.

DIZEM QUE APÓS A CIRURGIA PODEMOS SENTIR AR DEBAIXO DA PELE. É VERDADE?

Sim. Chama-se enfisema subcutâneo e se deve ao ar que entra pela incisão durante a cirurgia. Pode ser percebido em toda a região que rodeia a mama nos primeiros dias de pós operatório.

DEPOIS DE QUANTO TEMPO DEVO TROCAR MINHA PRÓTESE?

s orientações são que apenas acompanhem suas mamas e consequentemente suas próteses, com a realização de exames de imagem. Enquanto estiverem íntegras e sem alterações significantes de contorno, as próteses poderão permanecer no lugar sem necessariamente precisarem ser trocadas, independente do tempo de vida delas.
Trabalhamos com marcas que garantem a troca em casos de ruptura ou contratura capsular.